Skip to content


Após pressão, governo petista diz que suspenderá “demarcação” de “terras indígenas” no RS

O jornal Zero Hora de terça-feira (28) afirmou que governo federal congelou, por tempo indeterminado, a homologação de “terras indígenas” no Rio Grande do Sul. Segundo o governo petista, os processos ficam parados até que os casos sejam analisados por técnicos de ministérios como Agricultura, Desenvolvimento Agrário e Desenvolvimento Social.

— O processo (de demarcação) fica ampliado, decisão que já está valendo. O processo terá de passar por outras áreas do governo federal — resumiu o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo (PT).

Com a decisão, a presidente Dilma Rousseff (PT) atende o pleito do governador Tarso Genro (PT) e da Frente Parlamentar da Agricultura. Ontem, deputados da bancada ruralista – que inclui apoiadores do governo petista – reuniram-se com o vice-presidente Michel Temer e também com os ministros Cardozo, Gleisi Hoffmann (Casa Civil), Pepe Vargas (Desenvolvimento Agrário) e Luís Inácio Adams (Advocacia-Geral da União).

— O governo finalmente entendeu que os laudos apresentavam inconsistências, que falta isenção na análise dos casos — afirmou o procurador Rodinei Candeia.

Na semana passada, durante passagem por Brasília, o governador Tarso Genro (PT-RS) – que quando foi ministro da Justiça promoveu a criação da reserva Raposa e Serra do Sol, em Roraima – já havia pedido pessoalmente a suspensão das demarcações no Estado. Segundo o jornal, para ele, a situação é crítica em quatro áreas, que somam cerca de 10 mil hectares. São as terras de Mato Preto (Erebango, Erechim e Getúlio Vargas), Passo Grande do Rio Forquilha (Cacique Doble e Sananduva), Rio dos Índios (Vicente Dutra) e Mato Castelhano (Mato Castelhano).

Segundo cálculos da Procuradoria Geral do Estado (PGE), os indígenas reivindicam a demarcação 100 mil hectares no mapa gaúcho, fenômeno que poderia levar à limpeza étnica de 10 mil famílias de mestiços e outros não índios.

Posted in Apartheid no Brasil, Mestiçofobia | Desmestiçagem, Multiculturalismo, Português, Verwoerdismo | Indigenismo.

Tagged with , .


0 Responses

Stay in touch with the conversation, subscribe to the RSS feed for comments on this post.



Some HTML is OK

or, reply to this post via trackback.

Comments Protected by WP-SpamShield Anti-Spam