Skip to content


Professor universitário associa mestiço a malandragem e preguiça ‘congênita’

Com referência a caboclas e cabrochas infiéis, o Jornal do Brasil publicou quarta-feira (8) artigo de professor universitário que, entre outros estereótipos e imagens preconceituosas, associa mestiços a malandragem e preguiça “congênita”:

“Mas se o malandro é tirado a artista e faz uma canção ou um passo de valsa, não há quem não se admire do mestiço talento genuíno de um sambista ou mestre-sala. E que a síndrome de vira-lata aliada à congênita preguiça não se alteie ao cerne do mistério da raça, já que, ao ritmo de violão, cavaquinho, cuíca e pandeiro, com a dignidade trajada em sapato bicolor, chapéu-panamá e terno branco, eis o malandro em toda sua serventia e graça”.

Segundo a identificação do jornal, o autor do artigo é doutor em letras pela UFF e escritor.

Posted in Mestiçofobia | Desmestiçagem, Português.


0 Responses

Stay in touch with the conversation, subscribe to the RSS feed for comments on this post.



Some HTML is OK

or, reply to this post via trackback.

Comments Protected by WP-SpamShield Anti-Spam