Skip to content


Um país misturado – José Roberto Pinto de Góes

O alvo da vez é o senador Demóstenes Torres, crítico das leis raciais. Na qualidade de presidente da Comissão de Constituição e Justiça do Senado, ele fez uso da palavra e, entre outras coisas, afirmou que os brasileiros não padecem de uma espécie de pecado original, caracterizado pelo estupro das escravas por seus proprietários (obviamente todos brancos, nessa versão). Desde então, tem sido amplamente caluniado, como se tivesse negado a natureza intrinsecamente má da escravidão e o poder dos senhores de violentar suas escravas.

P1030144

O senador não disse nada disso. No que disse, tem razão. A miscigenação do povo brasileiro tem pouco a ver com estupro de escravas. Não se trata de negar ou diminuir a dor experimentada por muitas mulheres que se viram cara a cara com o mal, representado pelo desejo sexual despótico do proprietário.

Mas a nossa miscigenação, tão larga, tão ampla, se fez, sobretudo, entre a população pobre e livre — geralmente bem maior do que a população escrava. Todas as fontes até hoje estudadas o indicam. Se alguém tem provas em contrário, que apresente. Até lá, não há por que duvidar que somos mestiços filhos do desejo, do amor e do cuidado de nossas famílias.

Leia o artigo na íntegra em Ciência Brasil.

Posted in Português.


2 Responses

Stay in touch with the conversation, subscribe to the RSS feed for comments on this post.

  1. Deusarino de Melo says

    O assunto, a miscigenação, não antevê estupros… O estupro é uyma arbitrariedade que independe de raça ou raças, únicas, juntas, misturadas, isoladas. Estupro, em si, não tem a ver com racismo, muito menos com diferenças, quaisquer que sejam. Querer execrar o Demóstenes Torres ou seus seguidores e simpatizantes, é o mesmo que pregar o desmatsamento para uma agricultura mais avançada.
    Falta-nos, o que flar? Estamos sem assunto ou é porque gostameos mesmo de futilidades e arrebentar os outros sempre que possível?

  2. Revitol Hair Removal Cream says

    Encontre tu pagina en google y tengo que decir que me encanta. Continua haciendo el buen trabajo



Some HTML is OK

or, reply to this post via trackback.

Comments Protected by WP-SpamShield Anti-Spam