Skip to content


Boris Casoy e Band são condenados a pagar R$ 21 mil a gari ofendido

O jornalista e apresentador Boris Casoy foi condenado a pagar, junto com a Band, R$ 21 mil ao gari Francisco Gabriel de Lima, de acordo com decisão da 8ª Câmara de Direito Privado de São Paulo. A informação é do site “UOL”, deste sábado (24).
Leia mais:
Boris Casoy espirra ao vivo e culpa mau tempo em São Paulo
Boris Casoy fala sobre imitação do ‘Pânico’: ‘Será que tenho todos aqueles tiques?’
A indenização é devida aos danos morais causados pelo comentário de Boris, na noite de Réveillon de 31 de dezembro de 2009. Após uma vinheta, o áudio do jornalista ficou aberto para o público enquanto ele falava: “Que merda: dois lixeiros desejando felicidades do alto da suas vassouras. O mais baixo na escala do trabalho”.
No dia seguinte, quando o vídeo do momento se espalhou na internet, Boris classificou a situação como “infeliz” e se retratou. “Peço profundas desculpas aos garis e a todos os telespectadores”, falou, na época. O caso, porém, foi parar na Justiça.
O gari afirmou, segundo o “UOL”, que não percebeu arrependimento sincero na fala de Boris e que ela era “burocrática e pouco conveniente”. Francisco ainda contou que se sentiu humilhado pelo que ele chamou de “comentário preconceituoso.
O âncora precisou se apresentar pessoalmente à Justiça. Na ocasião, ele reafirmou que não teve a intenção de ferir os sentimentos do gari. A emissora Band também tentou convencer o juiz de que Francisco não havia ficado ofendido, citando, inclusive, uma reportagem do próprio canal na qual o trabalhador afirmava que não guardava mágoas.
No entanto, a Justiça entendeu que, por mais sinceras que as desculpas de Boris possam ter sido, elas não são o suficiente para reparar os danos morais causados à imagem do gari. A Band ainda pode entrar com um recurso no Superior Tribunal de Justiça para tentar reverter a decisão.

O jornalista e apresentador Boris Casoy foi condenado a pagar, junto com a Band, R$ 21 mil ao gari Francisco Gabriel de Lima, de acordo com decisão da 8ª Câmara de Direito Privado de São Paulo. A informação é do site “UOL”, deste sábado (24).

A indenização é devida aos danos morais causados pelo comentário de Boris, na noite de Réveillon de 31 de dezembro de 2009. Após uma vinheta, o áudio do jornalista ficou aberto para o público enquanto ele falava: “Que merda: dois lixeiros desejando felicidades do alto da suas vassouras. O mais baixo na escala do trabalho”.

No dia seguinte, quando o vídeo do momento se espalhou na internet, Boris classificou a situação como “infeliz” e se retratou. “Peço profundas desculpas aos garis e a todos os telespectadores”, falou, na época. O caso, porém, foi parar na Justiça.

O gari afirmou, segundo o “UOL”, que não percebeu arrependimento sincero na fala de Boris e que ela era “burocrática e pouco conveniente”. Francisco ainda contou que se sentiu humilhado pelo que ele chamou de “comentário preconceituoso.

O âncora precisou se apresentar pessoalmente à Justiça. Na ocasião, ele reafirmou que não teve a intenção de ferir os sentimentos do gari. A emissora Band também tentou convencer o juiz de que Francisco não havia ficado ofendido, citando, inclusive, uma reportagem do próprio canal na qual o trabalhador afirmava que não guardava mágoas.

No entanto, a Justiça entendeu que, por mais sinceras que as desculpas de Boris possam ter sido, elas não são o suficiente para reparar os danos morais causados à imagem do gari. A Band ainda pode entrar com um recurso no Superior Tribunal de Justiça para tentar reverter a decisão.

De Yahoo!, 24/11/2012.

Os vídeos e os textos postados assinados por seus autores e os noticiosos e de outros sites lincados são de inteira responsabilidade dos mesmos não representando no todo ou em parte posicionamentos do Nação Mestiça. Divulgue este site.

Posted in Português.

Tagged with .


0 Responses

Stay in touch with the conversation, subscribe to the RSS feed for comments on this post.



Some HTML is OK

or, reply to this post via trackback.

Comments Protected by WP-SpamShield Anti-Spam