Skip to content


Apartheid petista: Dilma prepara nova limpeza étnica de mestiços no Amazonas

dilma-flexaO governo da presidente Dilma Rousseff (PT) tomou medidas que conduzem à nova limpeza étnica de populações mestiças no Estado do Amazonas. A Fundação Nacional do Índio (Funai) publicou no Diário Ofical da União, do dia 1º de agosto último, diversos despachos com data em 30 de julho e nos quais decide “aprovar as conclusões” do Resumo do Relatório Circunstanciado de Identificação e Delimitação e reconhecer os estudos de identificação dos territórios (nomeados  “Terra Indígena” no despacho) de suposta ocupação indígena mura: “Murutinga/Tracajá”,  localizados no município de Autazes; Ponciano, nos municípios de Autazes e Careiro da Várzea; Sissaíma, no município do Careiro da Várzea; e Vista Alegre, nos municípios do Careiro e Manaquiri, todos no Estado do Amazonas.

Terra do Mestiço: outras áreas sob risco

Cerca de 1/3 do território do Estado do Amazonas é atualmente ocupado por terras exclusivas para etnias indígenas, mas as demandas por mais territórios exclusivos prosseguem. Segundo informou a Funai ao Movimento Nação Mestiça, em maio, estão também sendo objeto de processo de demarcação as áreas Guapenu, Jauary, Pantaleão e Lago do Limão no município de Autazes. Informou também que não faz registro da presença de mestiços.

Para o secretário geral do Movimento Pardo-Mestiço Brasileiro, Leão Alves, há uma política governamental de implantação do apartheid étnico e racial entre brasileiros e que é hostil à etnia mestiça, “A política étnica da presidente Dilma para com a população mestiça é desumana. Estas populações que ela deseja expulsar para agradar milionárias ONGs da Europa e dos EUA são em sua absoluta maioria compostas por pessoas de baixa renda, quase todas mestiças. Os mestiços brasileiros não são indígenas, mas também são nativos, também têm direito originário. Nossa etnia se originou a partir da mestiçagem entre indígenas e brancos portugueses. Mestiços não são invasores. Há uma ideologia racista, anti-nacional e anti-democrática denominada multiculturalismo. Ela é seguida pela presidente Dilma e pelo Partido dos Trabalhadores (PT). Ela prega a divisão territorial e que as leis não sejam universais, mas que as pessoas tenham direitos diferentes segundo sua identificação racial, de cor e de etnia. A mestiçagem unifica etnias e por isto a etnia mestiça é discriminada pelo governo federal que busca impor aos mestiços a identidade negra, indígena ou branca”.

A etnia mestiça é reconhecida por lei pelos Estados do Amazonas, Roraima e Paraíba.

Posted in Apartheid no Brasil, Mestiçofobia | Desmestiçagem, Multiculturalismo, Português, Verwoerdismo | Indigenismo.

Tagged with , , , .


4 Responses

Stay in touch with the conversation, subscribe to the RSS feed for comments on this post.

  1. Bob says

    Mensaleiro! é que esse governo é! Mensaleiro! Esse partido da ética nao tem ética nenhuma.

  2. Leão says

    Você está confundindo mestiço com miscigenado. Um texto sobre o que é a etnia mestiça brasileira: http://www.nacaomestica.org/blog4/?p=2252

    Se a Dilma não tem nada contra mestiços por que ela quer expulsar nós mestiços das terras onde vivemos? Nós mestiços não somos invasores, descendemos dos indígenas históricos, temos direitos originários sobre a terra pois somos nativos.

    Lula é mestiço? O que ele fez a favor dos mestiços? Os manteve na Raposa e Serra do Sol ou os expulsou? Respeitou a nossa etnia mestiça ou criou a Seppir para impor a identidade negra aos pardos? Esta é a política do PT para mestiços http://www.youtube.com/watch?v=QnhJaVIUIZM

  3. Almir Bispo says

    Nós Brasileiros somos 90 mestiços.Alguns são Branco ou índio.
    A Dilma não tem nada contra mestiços.Por exemplo,o PT tem até ministros mestiços.
    O Próprio Lula é mestiço.

  4. Sávio says

    Isto é um absurdo!!!
    Deixem o povo trabalhar e viver em paz!!!



Some HTML is OK

or, reply to this post via trackback.

Comments Protected by WP-SpamShield Anti-Spam