Skip to content


Parlamento da Moldova proíbe uso da foice e do martelo por comunistas

O Parlamento da Moldova proibiu nesta quinta o uso de símbolos comunistas, ainda usados pelo principal partido da oposição do país, e condenou os crimes do regime que governou o país na época em que o território fazia parte da União Soviética.
Os dois projetos de lei foram aprovados por 56 deputados da situação, que apoiam a AIE (Aliança para a Integração Europeia). Os comunistas, que somam 39 dos 101 parlamentares que compõem o Parlamento moldávio, abandonaram o plenário durante a votação.
Com a nova lei, os comunistas deverão deixar de usar sua histórica identidade, a foice e o martelo, símbolos herdados do Partido Comunista da União Soviética.
“Proibiremos o uso da simbologia comunista, a foice e o martelo, no território da Moldova”, disse Mihai Ghimpu, presidente do Partido Liberal, que faz parte da Aliança.
O líder do PCM (Partido Comunista da Moldova), Vladimir Voronin, lamentou os projetos de lei promovidos pela Aliança e disse que eles são “uma tentativa de tirar a oposição do âmbito constitucional”.
O PCM é apoiado por quase metade da população moldávia. Nas últimas eleições legislativas, o partido conquistou 42 cadeiras, embora mais tarde três de seus deputados formaram o Grupo Socialista.
Voronin lembrou que “muitos cidadãos apreciam a simbologia comunista, sob a qual lutaram” na Segunda Guerra Mundial. “Ninguém tem direito a reescrever a história e menosprezá-la. Quem a menospreza depois sofre as consequências. A história tem o costume de se vingar. E essa vingança será muito dolorosa para alguns. Isto já não é Parlamento, é um hospital psiquiátrico”, disse Voronin.
O principal partido opositor da antiga república soviética recorrerá da decisão “porque contradiz a lei dos partidos, a Constituição e outras leis”, comentou o líder do PCM.
.
O Parlamento da Moldova proibiu nesta quinta o uso de símbolos comunistas, ainda usados pelo principal partido da oposição do país, e condenou os crimes do regime que governou o país na época em que o território fazia parte da União Soviética.
.
Os dois projetos de lei foram aprovados por 56 deputados da situação, que apoiam a AIE (Aliança para a Integração Europeia). Os comunistas, que somam 39 dos 101 parlamentares que compõem o Parlamento moldávio, abandonaram o plenário durante a votação.
.
Com a nova lei, os comunistas deverão deixar de usar sua histórica identidade, a foice e o martelo, símbolos herdados do Partido Comunista da União Soviética.
.
“Proibiremos o uso da simbologia comunista, a foice e o martelo, no território da Moldova”, disse Mihai Ghimpu, presidente do Partido Liberal, que faz parte da Aliança.
.
O líder do PCM (Partido Comunista da Moldova), Vladimir Voronin, lamentou os projetos de lei promovidos pela Aliança e disse que eles são “uma tentativa de tirar a oposição do âmbito constitucional”.
.
O PCM é apoiado por quase metade da população moldávia. Nas últimas eleições legislativas, o partido conquistou 42 cadeiras, embora mais tarde três de seus deputados formaram o Grupo Socialista.
.
Voronin lembrou que “muitos cidadãos apreciam a simbologia comunista, sob a qual lutaram” na Segunda Guerra Mundial. “Ninguém tem direito a reescrever a história e menosprezá-la. Quem a menospreza depois sofre as consequências. A história tem o costume de se vingar. E essa vingança será muito dolorosa para alguns. Isto já não é Parlamento, é um hospital psiquiátrico”, disse Voronin.
O principal partido opositor da antiga república soviética recorrerá da decisão “porque contradiz a lei dos partidos, a Constituição e outras leis”, comentou o líder do PCM.
.
De Folha de São Paulo, 12/07/2012.
.
Os vídeos e os textos postados assinados por seus autores e os noticiosos e de outros sites lincados são de inteira responsabilidade dos mesmos não representando no todo ou em parte posicionamentos do Nação Mestiça. Divulgue este site.

Posted in Português.

Tagged with .


0 Responses

Stay in touch with the conversation, subscribe to the RSS feed for comments on this post.



Some HTML is OK

or, reply to this post via trackback.

Comments Protected by WP-SpamShield Anti-Spam