Skip to content


Funai informa áreas sob risco de tornarem-se ‘terras indígenas’ em Autazes

A Fundação Nacional do Índio (FUNAI) enviou neste mês de maio ofício ao Movimento Pardo-Mestiço Brasileiro, a organização da etnia mestiça, no qual afirma que “estão em curso 7 estudos de identificação e delimitação no município de Autazes, referentes às TIs Capivara, Guapenu, Jauary, Muratuba, Murutinga, Ponciano, Sissaíma, Pantaleão e Lago do Limão”.

No final do ano passado, o Movimento Pardo-Mestiço Brasileiro (Nação Mestiça) enviou ofício à Funai interrogando se estaria sendo registrada pelos profissionais responsáveis deste órgão a presença de populações mestiças nas áreas e localidades onde estivessem ocorrendo atividade visando à demarcação de ‘terras indígenas’  no município de Autazes (AM). Respondeu a Funai que “quanto ao registro da presença de ‘mestiços’ nas referidas áreas, informamos que a Funai trabalha apenas com a distinção entre índios e não- índios, sendo que esta distinção é traçada segundo o critério de auto-identificação étnica”.

O município de Autazes possui população majoritariamente mestiça, também descendente dos antigos indígenas que habitavam a região. Embora nativos – e assim com direitos originários sobre a terra -, os mestiços  têm sofrido processos de limpeza étnica para implantação de áreas destinadas exclusivamente a indígenas. No Amazonas, correspondem atualmente a cerca de 1/3 do território do estado. O Partido dos Trabalhadores (PT), da presidente Dilma Rousseff, tem apoiado as expulsões de pessoas da etnia mestiça residentes nestas áreas.

Posted in Português.

Tagged with , , , , .


0 Responses

Stay in touch with the conversation, subscribe to the RSS feed for comments on this post.



Some HTML is OK

or, reply to this post via trackback.

Comments Protected by WP-SpamShield Anti-Spam