Skip to content


Mestiços protestam na ALEAM contra PL racista da Defensoria do AM que quer obrigar caboclos e outros pardos a “virarem” negros

O Movimento Pardo-Mestiço Brasileiro e outras entidades realizaram manifestação nesta terça (03/08) na ALEAM contra o PL nº 343/2021 da Defensoria Pública do Estado do Amazonas – DPE/AM que impõe a classificação de negros a todos os pardos. Os manifestantes pediram ao governador Wilson Lima que vete o PL por ir contra a Constituição do Estado do Amazonas e outras leis do Estado, como a 3.044/2006, que reconhece mestiços como uma etnia, e ser racista e etnocida.

O Movimento Pardo-Mestiço Brasileiro disponibilizou em seu site a ata da audiência pública realizada pela DPE/AM – para a qual o Movimento Pardo-Mestiço Brasileiro não foi convidado – que registra a oposição do movimento mestiço a classificar pardos como negros, medida que tem por consequência, dentre outras, eliminar os mestiços como etnia e retirar sua representatividade própria, submetendo os mestiços à representação dos movimentos negros.

O PL nº 343/2021, que foi aprovado em apenas 7 dias na ALEAM, foi repudiado como racista e etnocida pelo Conselho Municipal de Direitos Humanos de Manaus e por diversas instituições da capital e do interior do Estado.

Posted in Português.


0 Responses

Stay in touch with the conversation, subscribe to the RSS feed for comments on this post.



Some HTML is OK

or, reply to this post via trackback.

Comments Protected by WP-SpamShield Anti-Spam