Skip to content


Pesquisa investiga origem genética de nordestinos

Qual é nossa origem genética? Essa foi a pergunta que motivou um estudo na Universidade Federal do Ceará sobre a ascendência dos genes em populações interioranas do semiárido nordestino.

A partir do DNA obtido pela saliva de crianças, a pesquisa apontou uma prevalência de 56,8% de genes europeus e 22,9% de origem africana. A surpresa foi a detecção de 20,3% de origem ameríndia, com ascendência de povos asiáticos originários de Bangladesh, na região de Bengala.

Os detalhes dessa história estão no site da Agência UFC de Notícias, portal de divulgação científica e de extensão da Universidade.

Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social e Marketing Institucional da UFC.

Posted in Português.


One Response

Stay in touch with the conversation, subscribe to the RSS feed for comments on this post.

  1. Luciane says

    Bom dia! Sou Luciane, morena, olhos e cabelos escuros. Fui rejeitada no processo seletivo da UFRJ, na lei de cotas. Onde apenas afrodescendentes tem acesso as vagas destinadas a pardos.



Some HTML is OK

or, reply to this post via trackback.

Comments Protected by WP-SpamShield Anti-Spam