Skip to content


Pesquisa investiga origem genética de nordestinos

Qual é nossa origem genética? Essa foi a pergunta que motivou um estudo na Universidade Federal do Ceará sobre a ascendência dos genes em populações interioranas do semiárido nordestino.

A partir do DNA obtido pela saliva de crianças, a pesquisa apontou uma prevalência de 56,8% de genes europeus e 22,9% de origem africana. A surpresa foi a detecção de 20,3% de origem ameríndia, com ascendência de povos asiáticos originários de Bangladesh, na região de Bengala.

Os detalhes dessa história estão no site da Agência UFC de Notícias, portal de divulgação científica e de extensão da Universidade.

Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social e Marketing Institucional da UFC.

Posted in Português.


3 Responses

Stay in touch with the conversation, subscribe to the RSS feed for comments on this post.

  1. Robson says

    Esse estudo mostra o quanto é equivocado se classificar
    todos os pardos como negros. Muitos militantes do mó omento negro usam o argumento que o número de descendentes de indigenas é pequeno.Mesmo se 90% dos pardos forem vistos como negros, chega ser ridículo classificar todos os pardos como negros, pois estará eliminando mais de oito milhões de descendentes de indígenas que simplesmente são dados como inexistentes, não como uma proporção pequena da população. Segundo o movimento negro quem se diz caboclo, mameluco ou descendente de indigenas deve se classificar como indígenas, mas isso não dá o direito de ninguém nos classificar, como eles fazem com o estatuto da igualdade racial. Realmente muitos nordestinos e nortistas possuem traços indígenas em menor ou maior grau.

  2. Luciane says

    Bom dia! Sou morena, olhos e cabelos escuros. Fui rejeitada no processo seletivo da UFRJ, na lei de cotas. Onde apenas afrodescendentes tem acesso as vagas destinadas a pardos.

  3. Luciane says

    Bom dia! Sou Luciane, morena, olhos e cabelos escuros. Fui rejeitada no processo seletivo da UFRJ, na lei de cotas. Onde apenas afrodescendentes tem acesso as vagas destinadas a pardos.



Some HTML is OK

or, reply to this post via trackback.

Comments Protected by WP-SpamShield Anti-Spam