Skip to content


José Ricardo (PT) cria emenda que facilita a FUNAI expulsar povo mestiço do interior

Deputado José Ricardo, à direita da deputada índia Joênia Wapichana (REDE-RR). Com votação no interior do AM, em Brasília o deputado petista apoia agenda indigenista que expulsa mestiços e outros não-índios do interior.

O deputado José Ricardo Wendling (PT-AM) foi o autor da emenda nº 172 que devolveu a Fundação Nacional do Índio (FUNAI) ao Ministério da Justiça, modificando a Medida Provisória n° 870/2019 do presidente Jair Bolsonaro (PSL) que colocava a fundação no Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MDH). Com a emenda do deputado branco petista, são facilitadas as ações de limpeza étnica e racial empreendidas pela FUNAI contra caboclos e outros mestiços do Estado do Amazonas e de outras unidades do país.

Além de retirar a FUNAI do MDH, administrado pela ministra Damares Alves, e passá-la à pasta administrada pelo ministro Sérgio Moro, a emenda do deputado federal também acrescenta um inciso à MP 870/2019 devolvendo ao Ministério da Justiça a função de criar territórios exclusivos para índios: 

“XXIV – direitos do índio, inclusive, junto com o Ministério da Saúde, no acompanhamento das ações de saúde desenvolvidas em prol das comunidades indígenas; gestão territorial e produção econômica dos povos indígenas; identificação, delimitação, demarcação e os registros das terras tradicionalmente ocupadas por indígenas em parceria com o Incra; e o licenciamento ambiental em parceria com o Ibama.”

Seguindo a cartilha antimestiça do PT, o deputado federal José Ricardo Wendling tem no histórico votar contra políticas de direitos humanos para mestiços e caboclos (vídeo acima).

Posted in Apartheid no Brasil, Verwoerdismo | Indigenismo.


0 Responses

Stay in touch with the conversation, subscribe to the RSS feed for comments on this post.



Some HTML is OK

or, reply to this post via trackback.

Comments Protected by WP-SpamShield Anti-Spam