Skip to content


Mais de 200 membros do MP assinam nota técnica que afirma que Escola Sem Partido protege os Direitos Humanos

Mais de 200 promotores e procuradores de Justiça assinaram manifesto que repudia “professores militantes e ativistas”. O documento denominado ‘Escola Sem Partido – Nota Técnica’, foi lançado na sexta-feira passada (9).

Os membros do Ministério Público afirmam que o projeto de lei Escola Sem Partido harmoniza com a Constituição Federal, o Estatuto da Criança e do Adolescente e a Convenção Interamericana dos Direitos Humanos “que assegura o direito dos pais a que seus filhos recebam a educação religiosa e moral que esteja de acordo com suas próprias convicções.”

Ativistas utilizam a condição de “professores” para pregar em sala de aula suas crenças políticas e partidárias pessoais para estudantes obrigados a assistir às aulas.

Inicialmente subscrito por 116 membros do Ministério Público, o documento ganhou adesões saltando para mais de 200 assinantes.

Cópia do documento: Nota técnica Escola Sem Partido.

Posted in Português.


One Response

Stay in touch with the conversation, subscribe to the RSS feed for comments on this post.

  1. Willhame Carvalho says

    Como que o professor de biologia que ensina sobre Evolução e sobre Darwin vai manter essa harmonia com educação religiosa e moral que esteja de acordo com as convicções dos alunos se a maioria são de formação judaico cristã ?



Some HTML is OK

or, reply to this post via trackback.

Comments Protected by WP-SpamShield Anti-Spam