Skip to content


Eles que são italianos que se entendam: Bolsonaro vai extraditar Battisti

Matteo Salvini, da Liga Norte, e o condenado Cesare Battisti.

Matteo Salvini, político da direita na Itália e ministro do Interior do país, saudou a vitória de Jair Bolsonaro na eleição presidencial do Brasil e afirmou que aguarda a extradição do ex-terrorista de extrema esquerda Cesare Battisti, condenado por assassinato na Itália.

“No Brasil os cidadãos expulsaram a esquerda! Bom trabalho para o presidente Bolsonaro, a amizade entre nossos povos e governo será ainda mais forte”, escreveu no Twitter.

“E depois de anos de discursos vãos, pediria que reenvie para Itália o terrorista vermelho Battisti”, completou.

Durante a campanha presidencial, Bolsonaro, eleito no domingo e que descende de imigrantes italianos, comprometeu-se a extraditar Battisti.

Cesare Battisti, 63 anos, foi condenado à prisão perpétua na Itália por quatro homicídios na década de 1970, dos quais se declara inocente. Passou quase 30 anos como fugitivo entre México e França, onde desenvolveu uma carreira como escritor de livros policiais, antes de fugir para o Brasil em 2004.

Em 2010, a justiça autorizou a extradição para a Itália, mas o então presidente comunista Luiz Inácio Lula da Silva concedeu o estatuto de refugiado político.

Nos últimos anos, Roma multiplicou os pedidos de extradição do terrorista.

De Isto É, modificado.

Posted in Português.


0 Responses

Stay in touch with the conversation, subscribe to the RSS feed for comments on this post.



Some HTML is OK

or, reply to this post via trackback.

Comments Protected by WP-SpamShield Anti-Spam