Skip to content


UNEB cria cotas para “transexuais, travestis e transgêneros”

UNEB.

Com a mudança, o sistema de cotas da instituição passará a dar vagas para transexuais, travestis e transgêneros. “Quilombolas”, ciganos e portadores de deficiência, transtorno do espectro autista e altas habilidades também serão favorecidos.

A Universidade do Estado da Bahia (Uneb) anunciou a adoção de cotas para estudantes “transgêneros” na graduação e pós-graduação. O novo critério de seleção entrará em vigor já em 2019 em todos os processos seletivos abertos pela instituição para cursos de graduação e pós-graduação.

Com a mudança, o sistema de cotas da instituição passará a conceder vagas para “transexuais, travestis e transgêneros”. “Quilombolas”, ciganos e portadores de deficiência, transtorno do espectro autista e altas habilidades também serão contemplados.

A universidade vai oferecer 5% de vagas adicionais para cada grupo, além das vagas que já são ofertadas em cada curso de graduação e pós-graduação. 

Com informações de Gazeta do Povo.

Posted in Português.


0 Responses

Stay in touch with the conversation, subscribe to the RSS feed for comments on this post.



Some HTML is OK

or, reply to this post via trackback.

Comments Protected by WP-SpamShield Anti-Spam