Skip to content


Propaganda eleitoral de Dilma disfarça política do PT contra mestiços

Embora o Partido dos Trabalhadores e o presidente Lula tenham uma política hostil à mestiçagem, a propaganda eleitoral de sua candidata à presidência procura passar imagem inversa.

O programa eleitoral de 07 de setembro de 2010 da candidata Dilma Rousseff foi aberto com a exaltação da mestiçagem entre o português Caramuru e a índia Paraguaçu. Mestiço de branco e indígena é caboclo – para o PT, porém, pardo é negro.  

 

No último programa eleitoral do primeiro turno das eleições de 2006, Lula declamou poema de Gilberto Freyre, um dos maiores defensores da identidade mestiça e da mestiçagem brasileira. Para o PT, porém, não existem mestiços, mas brancos, negros e índios. 

 

No último programa do primeiro turno, em 30 de setembro de 2010, a propaganda de Dilma também exalta a mestiçagem.

No programa do dia 20 de outubro, Dilma comemora a entrada em vigor do Estatuto da Igualdade Racial, lei sancionada pelo presidente Lula e que impõe a mestiços mulatos e a outros pardos – entre eles os caboclos – a identidade negra. Dilma mesmo assim enfatiza a mestiçagem do povo brasileiro.

Para ver o que o PT realmente pensa sobre mestiços:

Vídeo: O que o ministro da Igualdade Racial pensa sobre caboclos

Vídeo: Deputado petista tenta ridicularizar mulatos

Vídeo: Polícia de choque contra mestiços na conferência racial do Amazonas

Vídeo: Mestiços na II Conferência Estadual dos DH do AM (02)

Nota de Repúdio contra o Programa Nacional de Direitos Humanos

Posted in Português.

Tagged with , .


0 Responses

Stay in touch with the conversation, subscribe to the RSS feed for comments on this post.



Some HTML is OK

or, reply to this post via trackback.

Comments Protected by WP-SpamShield Anti-Spam