Skip to content


“Brancos são cachorros!” cantam vereadores em sessão de câmara municipal sul-africana

“Brancos são cachorros!” afirma canção entoada por vereadores de esquerda, nesta quinta-feira (29), durante sessão da Câmara de Porto Elizabeth, município localizado na Província de Cabo Oriental, na África do Sul.

Os vereadores são dos partidos Congresso Nacional Africano – CNA (em inglês, African National Congress – ANC), que governa o país desde o fim do regime de apartheid, Combatentes da Liberdade Econômica – CLE (em inglês, Economic Freedom Fighters – EFF), comunista, e Movimento Democrático Unido – MDU (em inglês United Democratic Movement – MDU), social-democrata.

Com o silêncio da grande mídia e de organizações de direitos humanos da ONU, com marcante presença de grupos de esquerda, o revanchismo e o racismo pretos têm ganhado crescente força na África do Sul.

Para distinguir os pretos puros dos miscigenados que se identificam como pretos e dos negros de outros continentes, o governo classifica os pretos do país como Black Africans. Os mestiços do país identificam-se como Coloureds.

Mestiços, brancos, indianos e Khoisans, as minorias mais numerosas da África do Sul, têm sofrido discriminação racial por parte do governo de maioria preta e partidos supremacistas, segundo denúncias na mídia sul-africana, que incluem, dentre outras, práticas de genocídio, tortura, desapropriação, discriminação em cotas e promoção de limpeza étnica.

Posted in Português, Pretismo | Negrismo | Transnegrismo.


0 Responses

Stay in touch with the conversation, subscribe to the RSS feed for comments on this post.



Some HTML is OK

or, reply to this post via trackback.

Comments Protected by WP-SpamShield Anti-Spam