Skip to content


Autodeclarados índios desobedecem ordem policial e cavalo é morto

No fim da tarde de sábado (4) na Rodovia ES-010, altura da Praia dos Padres, em Aracruz (ES), cerca de vinte pessoas que se declaram da etnia tupiniquim – dada como extinta no séc. XIX* -, e voltavam de um passeio a cavalo, receberam ordem de policiais militares para pararem, pois estariam obstruindo a pista.

Douglas Silva, presidente da Associação Indígena Tupiniquim e Guarani (AITG), conta que naquele trecho, que não possui acostamento, de fato os cavalos ocuparam a pista, mas não haveria outro local para os cavalos naquele ponto da rodovia.

Meio a um tumulto, com a permanência dos autodeclarados índios nas montarias, dois ou três cavalos teriam sido atingidos por tiros. Num vídeo do incidente, ouve-se uma das pessoas montadas dirigindo-se aos policiais:

“Nós somos índios, rapaz; então vocês estão f…” e “Eu sou índio, sou federal, essa p…, nós.”

Os autodeclarados índios teriam exigido a presença de policiais federais. Após o ocorrido, uma manifestação de protesto com bloqueio de estrada foi realizada.

*1. Sonia Sant´Anna, Degredado em Santa Cruz. São Paulo: FTD, 2009. p.43.  2. Janaína Amado,Luiz Carlos Figueiredo. O Brasil no Império Português. Rio de Janeiro: Zahar, 2001. p.44.

Com informações de Século Diário, 06/02/2017

Posted in Português.


0 Responses

Stay in touch with the conversation, subscribe to the RSS feed for comments on this post.



Some HTML is OK

or, reply to this post via trackback.

Comments Protected by WP-SpamShield Anti-Spam