Skip to content


Mulato denuncia discriminação contra mestiços pelo partido de maioria preta que governa a África do Sul

Líder do CNA, Jackson Mthembu, fala à mídia na Luthuli House. O partido que governa a África do Sul é acusado de discriminar mestiços. (News24)

Cidade do Cabo – Um apoiador do Congresso Nacional Africano (CNA), partido de maioria preta que governa a África do Sul desde a queda do regime de apartheid, afirmou que o partido está despejando mulatos e só expressam preocupação por eles quando as câmeras da imprensa estão ao redor, especialmente na província de Cabo Ocidental.

Em carta dirigida ao presidente da África do Sul, Jacob Zuma, Ralph Stander, que é membro da base do partido em Knysna, afirmou que o partido só se preocupava com um grupo seleto e não ajudar ou intervir em questões que preocupem mulatos (denominados Coloureds, termo usado para se referir a mestiços no país)

Ele enviou uma cópia da carta endereçada a Zuma a seus contatos com a mídia, depois de dizer a carta tinha sido vazada.

Ele citou o estupro de uma menina de 9 anos de idade, um acidente de ônibus em Rheenendal onde 15 crianças morreram, e os problemas de longa duração de gangues como exemplos de questões que não recebem a atenção do partido.

“Eu estou contemplando a visão angustiante que o CNA não se importa com mestiços. Mestiços parecem não ter qualquer valor dentro ou fora do CNA”, afirmou.

Stander disse que o número de líderes mestiços do CNA estava em declínio e eles não estavam bem colocados nas listas de nomeação de candidatos para as eleições de 3 de agosto.

“Há quase nenhum mestiço no alto das listas de vereador no sul de Cabo, na cidade ou em Cabo Ocidental como um todo, apesar dos mestiços serem a maioria demográfica, em Cabo Ocidental (48,8%)”, disse ele.

O comentário não estava ainda disponível no escritório nacional do CNA, com a porta-voz Zizi Kodwa dizendo apenas que este ainda não tinha conhecimento da carta.

O porta-voz da comissão executiva regional do CNA de Cabo Ocidental, Jabu Mfusi, disse que o partido tinha candidatos mestiços, e qualquer um podia ver isso em suas listas de nomeação de candidatos.

“Somos uma organização não-racial”, disse ele. “Talvez seja porque ele não faz parte da lista”, acrescentou.

De News 24, 06/07/2016.

Posted in Português.


0 Responses

Stay in touch with the conversation, subscribe to the RSS feed for comments on this post.



Some HTML is OK

or, reply to this post via trackback.

Comments Protected by WP-SpamShield Anti-Spam