Skip to content


Movimentos sociais lançam nota contra o PNDH 3

O Movimento Nação Mestiça recomenda não votar em Dilma Rousseff para  presidente da República. Diferentemente do que tenta passar em suas propagandas eleitorais onde exalta a mestiçagem, o Partido dos Trabalhadores e o presidente Lula possuem uma política contra a identidade mestiça, promovendo ativamente a discriminação contra mestiços.

NOTA DE REPÚDIO CONTRA O PROGRAMA NACIONAL DE DIREITOS HUMANOS (PNDH – 3)

As organizações mestiças brasileiras, conjuntamente com outras entidades e movimentos socias, vêm expressar seu repúdio ao racismo constante no Decreto n.º 7.037, de 21 de dezembro de 2009, que institui o Programa Nacional de Direitos Humanos (PNDH – 3).

Dentre diversas outras medidas discriminatórias, o decreto determina “ao IBGE a adoção do critério de se considerar os mulatos, os pardos e os pretos como integrantes do contingente da população negra”. Tal medida de supremacismo racial faz parte da política do governo federal de impor a identidade negra a caboclos, cafuzos, mulatos e a todas as manifestações da identidade mestiça brasileira.

O decreto viola a Constituição Federal, a qual é regida pelo princípio do repúdio ao racismo, assegura a valorização da diversidade étnica e regional e protege todos os grupos participantes do processo civilizatório nacional. Viola também documentos internacionais dos quais o Brasil é signatário, entre eles a Convenção Internacional sobre a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação Racial (1968) e a Declaração de Durban (2001), que condena a negação da existência de populações mestiças como uma forma de discriminação.

Defendemos as medidas legais cabíveis contra este decreto a fim de evitar efeitos danosos à democracia, à liberdade de expressão, à sociedade em geral e, em particular, aos direitos humanos dos mestiços, manifestação da identidade nacional.

Manaus (AM), 15 de janeiro de 2010.

 

AmazonVox – em defesa dos direitos humanos

Associação dos Caboclos e Ribeirinhos da Amazônia (ACRA)

Fórum Afro da Amazônia (FORAFRO)

Fórum Mestiço de Políticas Públicas (FMPP)

Movimento Pardo-Mestiço Brasileiro (Nação Mestiça)

Organização Brasileira de Afrodescendentes (OBÁ)

Organização da Resistência Mulata (ORM)

União da Juventude Mestiça (UJM)

 

Vídeo: O que o ministro da Igualdade Racial pensa sobre caboclos

Vídeo: Deputado petista tenta ridicularizar mulatos

Vídeo: Polícia de choque contra mestiços na conferência racial do Amazonas

Vídeo: Pardo não é negro, pardo é mestiço 

Vídeo: Mestiços na II Conferência Estadual dos DH do AM (02)

Vídeo: Nação Mestiça denuncia o uso político das cotas raciais contra os mestiços

Propaganda eleitoral de Dilma disfarça política do PT contra mestiços

Você é negro, mulato, índio ou caboclo? Cuidado! – Rodrigo Nunes Ricardo

PT vota contra estudo da caboclitude nas escolas municipais

Dilma diz que ampliará cotas raciais “queiram eles ou não”

O racismo do governo petista – Leão Alves

Posted in Português.

Tagged with , .


9 Responses

Stay in touch with the conversation, subscribe to the RSS feed for comments on this post.

  1. Armando says

    Diga sim ao movimento mestiço. Diga não a bandeira vermelho-sangue. Fora PT

  2. Miranda says

    DIGA SIM AO MOVIMENTO MESTIÇO. E NÃO A DISCRIMINAÇÃO RACIAL. FORA, BANDEIRA VERMELHO-SANGUE!!!!

  3. Miranda says

    O PT ESTÁ ARRUINANDO O BRASIL E COMPRANDO VOTOS DE PESSOAS DESINFORMADAS EM TROCA DE CASAS POPULARES QUE TODOS SABEM QUE ISSO É UMA GRANDE MENTIRA, AINDA MAIS PROMETENDO 2 MILHÕES DE MORADIAS. FORA PT, FORA CORRPÇÃO, FORA ESCÂNDALOS DA CASA CIVIL, FORA MANIPULAÇÃO DE PESQUISAS DE RUA.

  4. Gustavo says

    Excelente nota de repúdio. Penso que este “desgoverno” do PT, depois de 8 anos fazendo terrorismo político, só tem transformado o país num circo de horrores.
    Todo apoio ao movimento mestiço!

  5. leao_alves says

    Observaram bem. Este sistema racial que o PNDH 3 deseja impor é irreal, artificial, e as situações absurdas que cria revelam isso. O sistema confunde cor com identidade étnica e “racial”. Ele é parte de um projeto político e ideológico iniciado por volta da década de 1970 e que ganhou apoio político crescente nesta última década. A idéia básica é a relativização da cidadania e a divisão do poder político em segmentos, inclusive raciais. A miscigenação é um entrave para este projeto, daí a necessidade dele de apagar oficialmente os mestiços. O irônico é que a afirmação da mestiçagem está crescendo no mundo. Nos EUA, os mestiços voltaram ao censo em 2000, de onde haviam sido retirados em 1930, quando ‘Mulattos’ e ‘Blacks’ foram incluídos “à força” (por leis promovidas por supremacistas brancos) na categoria ‘Negro’…

  6. Jorge Kleber Teixeir says

    O PNDH tem pontos positivos e pontos negativos. Como centrista (democrático trabalhista) devo reconhecer que a CNBB (igreja católica) e a Nação Mestiça tem que ser ouvida. Devemos lembrar Darcy Ribeiro!! O livro “O povo brasileiro”. Trabalho no IBGE e vejo que tem muitas pessoas que estão criticando a postura da minha instituição em alguns pontos. Não sou gerente no IBGE e não tenho força política para mudar essa situação mas acho que existe posições equivocadas como considerar todo mundo não branco como negro!!?? Cadê os descendentes dos índios , os caboclos, os descendentes de povos orientais como os mestiços japoneses? O caboclo virou preto? O mestiço de olhos puxados seja por algum avô/avó indígena ou japonês está sendo considerado NEGRO?? Caramba é triste. Já dizia BRIZOLA sobre a corrente SOCIALISMO MORENO para mostrar que o povo é mestiço. Também devemos lembrar CHE Guevara que falou a respeito da América Latina mestiça. Vejam o filme “diarios de motocicleta”. A democracia se faz com debate. Ou outros estão defendendo seus interesses, usando lobbys , cada um tem que construir o que acredita melhor na sociedade brasileira. Assim acho.

  7. Mônica says

    Realmente, este PNDH só vai trazer divisões e conflitos!

  8. Sergio says

    A tão decantada miscigenação racial no Brasil,está em perigo,pois com um simples decreto, o nosso Presimente Luis Inacio quer comunizar nosso País,através da luta de Classe. Pobre Brasil. Nós não merecemos ter em nosso governo gente tão preconceituosa!

  9. Bahiano says

    Que bom que vozes lucidas se levantam contra esta tragédia contida na PNDH.
    Concordo com vocês: Não aceitamos imposições e divisões. Somos mestiços, somos mistura (indio, branco e negro)!!!



Some HTML is OK

or, reply to this post via trackback.

Comments Protected by WP-SpamShield Anti-Spam