Skip to content


Organização negra ligada ao PT desaprova acordo da SEPPIR

A reportagem abaixo afirma a existência de ligação entre entidades étnicas e raciais e partidos políticos.

Brasília – O parecer do senador Demóstenes Torres (DEM-Goiás), que mutilou o projeto do Estatuto da Igualdade Racial, com a supressão de reivindicações históricas da população negra, poderá ser votado a partir das 10h, no Senado, porém, com a posição contrária das principais organizações do movimento negro brasileiro.

Nesta terça-feira (15/06), véspera, da votação, a Coordenação Nacional de Entidades Negras (CONEN), articulação que reúne lideranças do PT e próximas à base do Governo – assumiu formal e publicamente posição contrária ao acordo negociado pelo ministro Elói Ferreira de Araújo, da SEPPIR, com o senador do DEM.

A CONEN, além de não avalizar o acordo, propõe a retirada do projeto da pauta. “Não é possível mais debater um projeto tão importante para o povo negro e para o Brasil, no atual momento, diante da atual correlação de forças no Congresso Nacional e na iminência das eleições presidenciais de 2010”, afirma o documento.

Continua em Afropress.

Posted in Português.


0 Responses

Stay in touch with the conversation, subscribe to the RSS feed for comments on this post.



Some HTML is OK

or, reply to this post via trackback.

Comments Protected by WP-SpamShield Anti-Spam