Skip to content


Documento da FUNAI revela que povo auá não é nativo do MA

DOU, de 21/07/1992.

Documento da Fundação Nacional do Índio (FUNAI) afirma que o povo índio auá migrou do Pará para o Maranhão. A presidente Dilma Rousseff pretende expulsar famílias mestiças descendentes dos índios que habitavam o Maranhão antes da chegada dos auás.

Parecer antropológico aprovado pela FUNAI e publicado no Diário Oficial da União, de 21 de julho de 1992, demonstra que a etnia auá (Awá, no documento do órgão do governo federal) não é nativa do Estado do Maranhão. Ela teria migrado do Estado do Pará, especialmente após a Revolta da Cabanagem, e se estabelecido no Maranhão.

A presidente branca Dilma Rousseff, do Partido dos Trabalhadores (PT), pretende expulsar cerca de 1.200 famílias do povo mestiço, descendente dos índios que habitavam o Maranhão antes da chegada do povo auá, a fim de instalar um bantustão federal (“território indígena”, na linguagem governamental).

Posted in Português.


0 Responses

Stay in touch with the conversation, subscribe to the RSS feed for comments on this post.



Some HTML is OK

or, reply to this post via trackback.

Comments Protected by WP-SpamShield Anti-Spam