Skip to content


Militantes do PT e PCdoB agridem presidente do Nação Mestiça

Após propostas para caboclos e outros mestiços serem todas excluídas, não respeitando leis do Estado do Amazonas, por militantes do PT e PCdoB, com a conivência da SEJUS, a presidente do Nação Mestiça e do Conselho Municipal de Direitos Humanos de Manaus foi agredida durante a III Conferência Estadual de Políticas de Promoção da Igualdade Racial do Amazonas (III CEPPIR-AM), no dia 30/06/2013.
Durante o evento, grupos mestiçofóbicos tentaram retirar os crachás dos delegados mestiços. O grupo de trabalho onde havia delegados mestiços foi cancelado de forma a não constar qualquer referência a mestiços no evento.http://www.youtube.com/watch?v=9EL_Wkn5FG4

Após propostas para caboclos e outros mestiços serem todas excluídas, não respeitando leis do Estado do Amazonas, por militantes do PT e PCdoB, com a conivência da Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (SEJUS), a presidente do Nação Mestiça e do Conselho Municipal de Direitos Humanos de Manaus, Helderli Castro, foi agredida durante a III Conferência Estadual de Políticas de Promoção da Igualdade Racial do Amazonas (III CEPPIR-AM), no dia 30/06/2013.

Antes desta agressão, a presidente já tentara dizer aos mestiços presentes que quando políticos do PT e do PCdoB fossem procurar os seus votos que eles não votassem neles, já que atuavam contra mestiços, mas também fora interrompida por barulhos e aproximações hostis.

PT e PCdoB defendem enegrecimento oficial dos mestiços

A existência da etnia mestiça vai contra a política racial do governo federal. Para o Partido dos Trabalhadores e para o Partido Comunista do Brasil, que comandam o governo federal, pardos não são mestiços, são negros e não devem ter políticas específicas. O Estatuto da Igualdade Racial, de autoria do senador negro Paulo Paim, do PT do RS, impõe aos pardos a identidade negra.

A representante da Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR) presente ao evento apoiou o Estatuto da Igualdade Racial.

Outro motivo da política de eliminação oficial da etnia mestiça encampada pelos dois partidos está no fato dos mestiços serem nativos e possuírem direito originários sobre a terra derivados de sua ancestralidade índia, o que é um obstáculo à fragmentação territorial do país promovida pelos dois partidos através da instalação de bantustões federais pela Funai.

Posted in Comunismo, Mestiçofobia | Desmestiçagem, Multiculturalismo, Português.

Tagged with , , .


4 Responses

Stay in touch with the conversation, subscribe to the RSS feed for comments on this post.

  1. Andrei Filipe says

    Comunismo e a lepra que paira sobre todos nós.Ou o Brasil acorda,ou vamos ser engolidos por esses agentes do mal.

  2. Edward says

    É absolutamente reprovável e condenável, este já esperado e já anunciado processo de crescente violência étnica contra os mestiços e que agora se materializa aí em Manaus.

    As cenas são tristes e os relatos que nos dão são piores ainda. Mas, como já sabíamos e avisamos, é lastimável, muito embora previsível que tais posturas de louvor e culto ao segregacionismo étnico, mais cedo ou mais tarde, desembocasse em violência física, pessoal ou grupal que… lamento dizer.. está só começando. Ainda vai piorar muito mais.

    O Ary tem razão, pois estas lideranças milietnicizantes, agem em total desrespeito aos marcos legais que definem legalmente, à nível municipal e estadual, desconhecendo que são de fato povos tradicionais mestiços e caboclos.

    A grande maioria do povo brasileiro desconhece quase que por completo a terrível política de segregação étnica e racial praticada e elevada a enésima potência por partidos da suposta esquerda brasileira como PT e o PCdoB. Por desconhecerem, votam em políticos destes partidos que, no poder, apoiam e às vezes aprovam leis e políticas prejudiciais ao povo mestiço brasileiro que só causarão prejuízo daqui pra frente.
    Minha distância não pode impossibilitar minha manifestação de repúdio a esta postura etnicizante e exclusivista dos movimentos étnicos no Brasil. Envio aqui minha solidariedade a este movimento que resgata a verdadeira identidade étnica brasileira Mestiço/Caboclo da Amazônia. Se esses movimentos se levantam contra vocês… é porque estão de fato incomodando e tomando um espaço que antes era monopólio dos grupos políticos da esquerda. A história fará justiça à causa dos mestiços brasileiros.

    Saudações mestiças e miscigenadas à todos. Edward M. Luz. Antropólogo

  3. Leão says

    Grato, Ary, por suas palavras. É preciso interromper este processo de violência que tem prejudicado os mestiços brasileiros. Em diversos momentos tentaram impedir filmagens, mas conseguimos fazer registros, entre eles este momento infeliz. Muitos mestiços, mais ainda no interior do Amazonas, desconhecem a política étnica e racial do PT e do PCdoB. Por desconhecerem, votam em políticos destes partidos que, no poder, apoiam e às vezes aprovam leis e políticas prejudiciais aos mestiços. No discurso alguns políticos se dizem caboclos, mas na realidade apoiam o apagamento oficial dos mestiços. O que eles não desejam é que os eleitores mestiços saibam o que políticos do PT e do PCdoB realmente pensam e fazem em relação aos mestiços, donde a agressiva ação contra a presidente do Nação Mestiça a fim de silenciá-la.

  4. Ary txay says

    É um absurdo o que continua acontecendo em Manaus. Entre outras coisas, a violência pessoal, intimidação e o total desrespeito aos marcos legais que definem legalmente, a nível municipal e estadual o que são povos tradicionais mestiços e caboclos.
    Mesmo a distância não posso deixar de enviar a minha solidariedade a esse bravo grupo Mestiço/Caboclo da Amazônia. Estejam certos de que vocês estão demarcando um trincheira; futuro fará justiça luta dos mestiços.



Some HTML is OK

or, reply to this post via trackback.

Comments Protected by WP-SpamShield Anti-Spam