Skip to content


Fundamento da identidade brasileira, Bíblia Sagrada é excluída pelo STF dos livros com presença obrigatória nas bibliotecas públicas do AM

Ministra Cármen Lúcia e o ex-procurador geral da República Rodrigo Janot foram indicados por governos do PT.

O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu por unanimidade serem inconstitucionais os artigos da Lei nº 74, de 11/02/2010, do Estado do Amazonas que exigem que escolas e bibliotecas do Estado mantenham ao menos um exemplar da Bíblia Sagrada em seus acervos. Continued…

Posted in Português.


Live de Rose de Barros, do ANB, com Leão Alves, do Nação Mestiça, sobre cotas raciais, racismo negrista e outros temas

Posted in Leão Alves, Português, Vídeos.


Live de Tiago Ribeiro, do Ancap, com Leão Alves, do Nação Mestiça, sobre expulsão de pardos das cotas dos pardos

Posted in Português, Vídeos.


Negrista é nomeado desembargador federal

O juiz e pastor William Douglas (esq.) e o deputado federal Vicentinho (PT): negrismo e cotas raciais.

O presidente Jair Bolsonaro nomeou nesta quarta-feira (17/02/2021), a partir de uma lista tríplice, o juiz federal William Douglas, 53 anos, como desembargador do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2), do Rio de Janeiro. William Douglas apoiou a implantação de cotas raciais no ensino, uma bandeira do Partido dos Trabalhadores (PT) e do Partido Comunista do Brasil (PCdoB), e colabora com a EDUCAFRO, entidade de esquerda dirigida por frei David Santos. Continued…

Posted in Português.


Negristas da UnB inventam critérios e expulsam pardos das cotas para pardos

O Conselho Universitário – CONSUNI da Universidade de Brasília – UnB expulsou, nesta sexta-feira (05/03), vários estudantes autodeclarados pardos classificados nas cotas raciais reservadas a pardos pela Lei de Cotas (Lei nº12.711/2012). Foram usados critérios negristas inventados pela própria universidade e que não existem na Lei de Cotas, como exigir que o candidato pardo descenda e tenha aparência de preto. A invenção retira dos mestiços caboclos (que são nativos e habitam o Brasil desde antes da chegada dos pretos africanos) e de outros pardos que não descendem de preto seu direito às cotas. Continued…

Posted in Mestiçofobia | Desmestiçagem, Pretismo | Negrismo | Transnegrismo.


O negrismo promove a supremacia do “negro” sobre nativos

Posted in Português.


“É preciso matar o homem branco.” Ativista preto “anti-racista” gera revolta em Portugal

O senegalês com cidadania portuguesa Mamadou Ba afirmou que “é preciso matar o homem branco, assassino, colonial e racista” de forma a “evitar a morte social do sujeito político negro”. As declarações foram feitas durante a conferência organizada pelo canal online Pensa Africanamente, que tinha o tema “Racismo e Avanço do Discurso de Ódio no Mundo”. O evento teve a participação de ativistas de movimentos negros do Brasil.

Mamadou Ba foi assessor do Bloco de Esquerda, partido marxista de Portugal.

Posted in Português.


Sub, o pardo submisso, em…

Posted in Português.

Tagged with .


Lívia Zaruty: Pardos que se dizem negros ocupam o lugar dos pretos retintos

https://www.youtube.com/watch?v=9vzXL9cSQB4

A youtuber Lívia Zaruty publicou vídeo onde declara que os militantes “afro-pardos” não são negros e estão ocupando o lugar dos pretos retintos.

Vídeos externos não representam o posicionamentos oficiais do Movimento Pardo-Mestiço Brasileiro – Nação Mestiça.

Posted in Português.


Nação Mestiça participa da abertura dos trabalhos do Conselho Municipal de Saúde de Manaus

A presidente do Movimento Pardo-Mestiço Brasileiro, Helda Castro, participou hoje (24) da primeira reunião de 2021 do Conselho Municipal de Saúde de Manaus – CMS/MAO. O Nação Mestiça é membro titular do conselho representando movimentos sociais e populares.

Posted in Português.