Skip to content


Pardas são condenadas a trabalhos forçados por não parecerem pretas

Mais de 130 anos depois da abolição da escravatura no Brasil, duas estudantes cotistas da Universidade Federal de Alagoas autodeclaradas pardas foram condenadas a trabalho forçado e multa por não parecerem pretas. As duas foram acusadas de fraudarem a Lei de Cotas, que reserva vagas para estudantes pretos, pardos e índios, segundo a classificação do IBGE. As duas foram condenadas a pedido do  Ministério Público Federal, apesar de nem a Lei de Cotas nem o IBGE estabelecerem que pardos pareçam ou sejam descendentes de pretos. Continued…

Posted in Casos e relatos de exclusão de mestiços, Cotas, Mestiçofobia | Desmestiçagem, Português, Pretismo | Negrismo | Transnegrismo.


PT boicotou projeto a favor dos pardos da Bahia

ACM Neto (União Brasil) identifica-se como pardo e Jerônimo Rodrigues (PT) afirmou ser da raça índia. Pardos podem ter qualquer aparência, mas o PT exige que sejam “negros”.

O Projeto de Lei 20.253/2013, que visa a instituir o Dia do Mestiço no Estado da Bahia e beneficiar pardos, foi engavetado sistematicamente por deputados da bancada do PT na ALBA. O Dia do Mestiço já é data oficial nos Estado do Amazonas, Mato Grosso, Paraíba e Roraima, onde têm proteção específica. Foi demanda do Movimento Pardo-Mestiço Brasileiro, que reconhece como pardo qualquer miscigenado, não importando a aparência. Continued…

Posted in Português.


Entrevista de Leão Alves a João Fellet – Nem branco, nem preto: o dilema dos pardos

Posted in Leão Alves, Vídeos.


Cunhado da dep. Joana Darc expulsa conselheira nacional de igualdade racial de reunião na SEJUSC

O cunhado da deputada estadual Joana Darc e atual secretário de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania do Amazonas, Emerson José Rodrigues de Lima, exigiu a saída da conselheira nacional de Promoção da Igualdade Racial e presidente do Conselho Estadual de Promoção da Igualdade Racial – CEPIR/AM, Helda Castro, de reunião do mesmo com conselheiros estaduais de igualdade racial realizada nesta segunda-feira (19) no auditório da SEJUSC para tratar sobre a demora do envio pela SEJUSC do Regimento Interno do Conselho para publicação no Diário Oficial do Estado. Continued…

Posted in Português.


Mestizo women are sentenced to forced labor for not looking black

More than 130 years after the abolition of slavery in Brazil, two self-declared Mestizo female quota students at the Federal University of Alagoas – UFAL were sentenced to forced labor and a fine for not looking black. The two were accused of defrauding the Quota Law, which reserves places for black, mestizos (pardos, brown, mixed of races) and Amerindian students, according to the classification of IBGE (Brazilian Institute of Geography and Statistics, the official body responsible for the census). The two were sentenced at the request of the  Federal Public Ministry, despite the fact that neither the Quota Law nor the IBGE establish that pardos look or are descendants of blacks. Continued…

Posted in Português.


Marcus Garvey contra mistura racial

Posted in Mensagem Mestiça, Mestiçofobia | Desmestiçagem, Pretismo | Negrismo | Transnegrismo.

Tagged with .


Marcus Garvey defendia a purificação da raça preta

Posted in Mensagem Mestiça, Mestiçofobia | Desmestiçagem, Pretismo | Negrismo | Transnegrismo.


As universidades viraram centros de propagação do racismo?

Posted in Leão Alves, Vídeos.


Pardo de aparência branca: fraudador ou vítima?

Posted in Leão Alves, Vídeos.


O negrismo visa a preservar raças biológicas e impedir mestiçagem

Posted in Mensagem Mestiça, Mestiçofobia | Desmestiçagem, Pretismo | Negrismo | Transnegrismo.