Skip to content


Deputada comunista pede que russas não façam sexo com estrangeiros para não gerar mestiços

Deputada Tamara Pletnyova.

A deputada Tamara Pletnyova é do Partido Comunista da Federação Russa. No Brasil, líderes brancos comunistas também combatem mistura racial e defendem a criação de territórios raciais exclusivos para índios, negros e brancos descendentes de imigrantes.

A deputada comunista chefia o Comitê para as Famílias do Parlamento russo. Ela pediu nesta quarta-feira (13) que as russas não façam sexo com estrangeiros que não sejam brancos durante a Copa do Mundo.

À imprensa local, a parlamentar Tamara Pletnyova disse que ter relações sexuais com estrangeiros aumenta o risco de que as russas se tornem mães solteiras.

“Essas crianças sofrem e sofreram desde os tempos soviéticos”, justificou Pletnyova.

“É uma coisa se eles são da mesma raça, mas outra bem diferente, se eles são de uma raça diferente. Eu não sou nacionalista, mas mesmo assim sei que as crianças sofrem. As crianças são abandonadas, e é isso, acabam ficando aqui com a mãe”, afirmou a deputada do Partido Comunista KPRF, que costuma apoiar o presidente Vladimir Putin em votações importantes.

Os russos brancos, segundo o censo de 2010, correspondem a 81% da população do país – o restante inclui minorias étnicas como turcos e mongóis.

O comentário da deputada foi motivado por uma pergunta relacionada aos chamados “filhos da Olimpíada” de Moscou, em 1980.

O termo é considerado pejorativo e normalmente é a associado a russos de ascendência africana, latina ou asiática – que sofrem preconceito no país, principalmente em cidades do interior.

A frase sugere que estas pessoas teriam sido concebidas durante os Jogos, por mulheres russas que se relacionaram com estrangeiros. Nos anos 1980, ainda sob a régua do comunismo soviético, métodos contraceptivos eram raros no país.

Ainda segundo Pletnyova, as russas devem “se casar por amor, independente de sua etnia”.

Posted in Português.


0 Responses

Stay in touch with the conversation, subscribe to the RSS feed for comments on this post.



Some HTML is OK

or, reply to this post via trackback.

Anti-Spam by WP-SpamShield