Skip to content


Soros e Fundação Ford se unem para financiar a criação de lideranças políticas como Marielle Franco

Magnata branco George Soros elogiando a vereadora transnegra Marielle Franco (PSOL-RJ) no Twitter. Sua ONG, Open Society, promove o abortismo e outras iniciativas que atingem o crescimento populacional de mestiços e pobres.

As fundações Ford, Open Society e Ibirapitanga estão se unindo para uma homenagem monetária a Marielle Franco “destinada a incentivar o protagonismo político de mulheres negras no Brasil”, afirma o site da Open Society.

A doação de U$3.000.000,00 de dólares a um fundo visa a “fortalecer o papel de mulheres negras na sociedade brasileira”, segundo um representante da Fundação Ford.

“Marielle representava a possibilidade de uma mulher negra, da favela, bissexual chegar em espaços de poder. Seu assassinato brutal foi uma tentativa de dizer que essa possibilidade não existe”, comentou um diretor da Open Society.

O fundo foi criado em 2011 a partir de uma parceria com a Fundação Kellogg, que aporta recursos conforme obtém apoio de outras organizações, afirma o site. A soma total disponibilizada seria de U$10.000.000,00.

Posted in Português.


0 Responses

Stay in touch with the conversation, subscribe to the RSS feed for comments on this post.



Some HTML is OK

or, reply to this post via trackback.

Anti-Spam by WP-SpamShield