Skip to content


Racismo transnegro contra mulatos

Em 2008, eu participei como palestrante de uma audiência pública no Senado representando o Nação Mestiça. O tema da audiência era cotas raciais. A maioria dos opositores às cotas raciais defendiam que as cotas raciais íam contra a meritocracia e a igualdade de direitos que deve haver entre todos os cidadãos. Destaquei, porém, um aspecto pouco tratado na mídia opositora às cotas: que elas visavam não corrigir seqüelas do racismo ou combater racismo, mas sim tinham objetivo racista: visavam apagar os mestiços e fazê-los serem identificados como negros.

Ao final de minha palestra afirmei que era mulato, o que fez com que a militância dos “movimentos negros” (formada possivelmente em sua totalidade por transnegros cumprindo a agenda de seus partidos liderados por brancos) passasse em coro a me rotular de mula.

O então senador Demóstenes Torres destacou o racismo da manifestação. Se tivesse sido contra índios ou negros talvez alguém tivesse sido levado preso, mas ofender mestiços no Brasil infelizmente passou a ser muito tolerado com a chegada dos multiculturalistas ao poder e o presidente da Sessão, o senador e ex-presidente da República, Marco Maciel, preferiu nada fazer.

Leão Alves é ex-presidente do Movimento Nação Mestiça.

Posted in Português, Pretismo | Negrismo | Transnegrismo, Vídeos.


0 Responses

Stay in touch with the conversation, subscribe to the RSS feed for comments on this post.



Some HTML is OK

or, reply to this post via trackback.

Anti-Spam by WP-SpamShield