Skip to content


Macron diz que problema da África é ‘7 a 8 crianças por mulher’

O presidente esquerdista francês Emmanuel Macron quer que africanas tenham poucos filhos.

“Quando os países ainda têm sete a oito filhos por mulher, você pode decidir gastar bilhões de euros, mas você não vai estabilizar nada”, alegou o presidente francês.

O presidente esquerdista francês Emmanuel Macron causou revolta e indignação nesta semana após afirmar que o principal problema da África é o fato das mulheres terem muitos filhos. Tal avaliação gerou uma enxurrada de críticas nas redes sociais.

O polêmico discurso do líder globalista, que derrotou a candidata nacionalista Marine Le Pen nas últimas eleições francesas, aconteceu durante o G20, o encontro das 20 maiores economias do planeta, realizado entre os dias 7 e 8 de julho em Hamburgo, na Alemanha. O vídeo só foi divulgado nesta segunda-feira.

“Quando os países ainda têm sete a oito filhos por mulher, você pode decidir gastar bilhões de euros, mas você não vai estabilizar nada”, alegou Macron.

Nas redes sociais, os principais comentários acusaram o presidente da França de culpar crianças inocentes, ao invés de responsabilizar as companhias estrangeiras que “os roubam”.

“Ele esqueceu dos países que estão saqueando recursos naturais da África”, escreveu outro.

Algumas pessoas citaram o discurso de Macron como um exemplo de “racismo cotidiano”.

“Sete e oito crianças por mulher não são um problema de civilização”, disse uma pessoa, enquanto outra acrescentou: “É 2017 e a França ainda compartilha opiniões colonialistas e racistas em relação à África. Algumas coisas nunca mudam”.

Posted in Português.


0 Responses

Stay in touch with the conversation, subscribe to the RSS feed for comments on this post.



Some HTML is OK

or, reply to this post via trackback.

Anti-Spam by WP-SpamShield