Skip to content


Índios venezuelanos atacam brasileira em Manaus

Os índios venezuelanos estão acampados na Rodoviário de Manaus desde o início de fevereiro (foto: Arthur Castro).

Um grupo de índios venezuelanos investiu contra uma mulher brasileira, que não teve o nome divulgado, na tarde deste sábado (6), após ela tentar impedir que crianças maltratassem e enforcassem um cachorro de rua.

O fato ocorreu nas imediações do Terminal Rodoviário de Manaus, localizado na avenida Djalma Batista, Zona Centro-Sul da cidade, onde os índios venezuelanos estão acampados desde o início de fevereiro. O território de Manaus é reconhecido por lei como do Povo Mestiço, descendente dos índios manaós e outras etnias que habitavam o território da cidade.

De acordo com informações da 12ª Companhia Interativa Comunitária (CICOM), as crianças índias pegaram um cachorro e amarraram uma corda no pescoço do animal e começaram a balançar. Ao presenciar a situação, a mulher foi tentar intervir na situação, já que o animal corria o risco de ser enforcado.

Entretanto, no momento que se aproximou e tentou pegar o cachorro das crianças, o grupo de venezuelanos ficou revoltado e tentou agredir a manauense. Outras pessoas que estavam na rodoviária acionaram a polícia.

Testemunhas relataram aos policiais que a mulher teve que se esconder em um local dentro da rodoviária para não ser agredida.

Ainda segundo a 12ª CICOM, quando a equipe chegou ao local, a vítima já havia saído do terminal rodoviário, por esse motivo não foi registrado um Boletim de Ocorrência (BO).

SP: estrangeiro lança bomba contra brasileiros que protestavam contra PL da Lei de Migração

O fato ocorreu num momento em que aguarda sanção ou veto do presidente Michel Temer Lulia (PMDB-SP), filho de imigrantes libaneses, o projeto de lei do senador comunista Aloysio Nunes (PSDB-SP), PLS 288/2013, que dá amplos direitos a imigrantes estrangeiros, inclusive ilegais e criminosos, e reprime brasileiros que se manifestarem contra; e quatro dias após um imigrante estrangeiro sírio e um cidadão brasileiro de origem libanesa muçulmanos terem sido presos na capital paulista, após terem lançado, segundo BO da PM-SP, uma bomba contra brasileiros do movimento Direita São Paulo que se manifestavam pacificamente contra o PL da Lei de Migração.

Com informações de EM TEMPO, 06/05/2017.

Posted in Português.


0 Responses

Stay in touch with the conversation, subscribe to the RSS feed for comments on this post.



Some HTML is OK

or, reply to this post via trackback.

Anti-Spam by WP-SpamShield