Skip to content


Autodeclarados índios desobedecem ordem policial e cavalo é morto

No fim da tarde de sábado (4) na Rodovia ES-010, altura da Praia dos Padres, em Aracruz (ES), cerca de vinte pessoas que se declaram da etnia tupiniquim – dada como extinta no séc. XIX* -, e voltavam de um passeio a cavalo, receberam ordem de policiais militares para pararem, pois estariam obstruindo a pista.

Douglas Silva, presidente da Associação Indígena Tupiniquim e Guarani (AITG), conta que naquele trecho, que não possui acostamento, de fato os cavalos ocuparam a pista, mas não haveria outro local para os cavalos naquele ponto da rodovia.

Meio a um tumulto, com a permanência dos autodeclarados índios nas montarias, dois ou três cavalos teriam sido atingidos por tiros. Num vídeo do incidente, ouve-se uma das pessoas montadas dirigindo-se aos policiais:

“Nós somos índios, rapaz; então vocês estão f…” e “Eu sou índio, sou federal, essa p…, nós.”

Os autodeclarados índios teriam exigido a presença de policiais federais. Após o ocorrido, uma manifestação de protesto com bloqueio de estrada foi realizada.

*1. Sonia Sant´Anna, Degredado em Santa Cruz. São Paulo: FTD, 2009. p.43.  2. Janaína Amado,Luiz Carlos Figueiredo. O Brasil no Império Português. Rio de Janeiro: Zahar, 2001. p.44.

Com informações de Século Diário, 06/02/2017

Posted in Português.


0 Responses

Stay in touch with the conversation, subscribe to the RSS feed for comments on this post.



Some HTML is OK

or, reply to this post via trackback.

Anti-Spam by WP-SpamShield