Skip to content


Coisa de petista: governo Lula tentou anular o “Dia do Mestiço”

Durante seu governo, o ex-presidente Lula promoveu a imposição da identidade negra ao Povo Mestiço.

Em dezembro de 2010, no apagar das luzes do governo Lula, a Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR) encaminhou ao Procurador Geral da República e ao Procurador Chefe da República no Amazonas, solicitando providências, um processo do órgão (cópia) visando a anular duas leis a favor do Povo Mestiço. Criada pelo ex-presidente, a SEPPIR objetiva implantar a política negrista do Partido dos Trabalhadores (PT) que é fundamentada na eliminação étnica do Povo Mestiço.

No processo consta uma carta de fevereiro de 2007 – início do segundo mandato do ex-presidente Lula – para o Ministério Público Federal e assinada por representantes de três entidades de movimentos negros, de uma federação de candomblé e umbanda e de uma associação índia. Através de malabarismos retóricos, defendem na carta a instauração de uma ação direta de inconstitucionalidade (ADIn) contra as leis que instituíram do Dia do Mestiço em Manaus e no Estado do Amazonas e reconhecem o mestiço como um grupo étnico e racial. ADIns são instrumentos jurídicos que são julgadas pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Posted in Mestiçofobia | Desmestiçagem, Português, Pretismo | Negrismo, Racismo petista.


0 Responses

Stay in touch with the conversation, subscribe to the RSS feed for comments on this post.



Some HTML is OK

or, reply to this post via trackback.

Anti-Spam by WP-SpamShield