Skip to content


Dilma tira autonomia de secretaria antimestiça, mas mantém política

dilma_temer

Contra a vontade, Dilma Rousseff reduz status de secretaria dedicada à política antimestiça do Partido dos Trabalhadores (PT).

Dilma Rousseff anunciou a fusão da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR), dedicada à política anti-mestiça do Governo Federal, com a Secretaria de Direitos Humanos e com a Secretaria de Políticas para as Mulheres, dando origem ao Ministério das Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos. O novo ministério será administrado pela atual titular da SEPPIR, a antropóloga Nilma Gomes.

O rebaixamento do status da SEPPIR provocou descontentamento em grupos que apóiam a política racial petista, os quais consideram a decisão um retrocesso. Há notícias de que haverá manifestação para pedir à governante branca que mantenha a independência da pasta.

Um dos carros-chefe da política racial petista é a imposição da identidade negra a pardos, com o apagamento estatístico de dados específicos relativos a mestiços. Sendo órgão do Governo Federal, a SEPPIR não tem políticas voltadas a populações pardas que sofrem limpeza étnicas nas criações de bantustões indigenistas pela Fundação Nacional do Índio (FUNAI), apoiando as medidas desta outra instituição federal.

Posted in Multiculturalismo, Português, Racismo petista.