Skip to content


ZA: Partido de Mandela perde credibilidade entre mestiços

Ebrahim Rasool.

Cidade do Cabo – O Congresso Nacional Africano (CNA), partido do ex-presidente Nelson Mandela e que governa o país, admitiu perder apoio em comunidades mestiças (Coloureds) na Província de Cabo Ocidental logo após o ex-primeiro-ministro Ebrahim Rasool ter sido retirado em 2005 e substituído por uma liderança preta que acirrou o divisionismo. Continued…

Posted in Português.


A esquerda quer branquear a população?

Posted in Português.


Campanha da “fraternidade” da CNBB prega supremacismo negro e desarmamento

Brancos e negros, campanha distorce realidade racial brasileira.

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) lançou, nesta quarta-feira (14), a Campanha da Fraternidade 2018, com o tema “Fraternidade e Superação da Violência”. A campanha defende desarmar o povo, adota a linguagem da ideologia de gênero e do negrismo, que considera ser negro mais importante do que ser mestiço e classifica pardos como negros, e outras bandeiras do PT. Dados da violência contra mestiços são atribuídos a negros, passando uma falsa imagem da realidade. Continued…

Posted in Português.


Presidente das Filipinas oferece 500 dólares a quem matar um rebelde comunista

Presidente das Filipinas, Rodrigo Roa Duterte.

O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, ofereceu recompensas de quase 500 dólares, a quem matar um rebelde comunista do Novo Exército do Povo (NEP), informaram fontes oficiais. O NEP é responsável por no mínimo 1.508 ataques em 3 países e pelas mortes de pelo menos 2.109 pessoas.

Continued…

Posted in Português.


Projeto de senadora branca comunista pode acabar com Whatsapp no Brasil

Mandato da Senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) termina em fevereiro de 2019.

A inclusão em grupos, páginas e comunidades virtuais deverá ser feita apenas com consentimento prévio dos internautas, segundo o Projeto de Lei do Senado (PLS) 347/2016, da senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), aprovado quarta-feira (7) pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ). O projeto modifica o Marco Civil da Internet, criado para censurar a rede. Continued…

Posted in Português.


Se a dívida histórica foi o real motivo para implantação de cotas raciais, então…

Posted in Português.


Portugueses e africanos eram escravistas

Posted in Português.


As mulheres guerreiras do Daomé

Amazonas do Daomé veteranas que serviram ao rei Béhanzin, numa celebração em 1908.

Na história da raiz africana do Povo Mestiço destaca-se o Reino do Daomé. Durante sua existência, de cerca de 1600 a 1904, foi um dos principais fornecedores de escravos pretos para os navios negreiros destinados ao Brasil; um comércio tão abundante que o país, com aproximadamente 90% da população composta por escravos e escassez de homens, formou o maior e mais duradouro exército de mulheres guerreiras registrado na História.

De filhas a soldados, de esposas a forças armadas, elas continuam a ser as únicas tropas documentadas de primeira linha na história da guerra moderna. Um grupo de exterminadoras sub-saarianas que deixavam seus colonizadores europeus tremendo nas botas, observadores estrangeiros as chamavam ‘amazonas do Daomé’, enquanto elas denominavam a si mesmas N’Nonmiton, que significa “nossas mães”. Protegendo seu rei nos mais sangrentos campos de batalha, elas emergiram como uma força de combate de elite no Reino de Daomé, na atual República do Benin. Descritas como intocáveis, juradas como virgens, a decapitação rápida era sua marca registrada. Continued…

Posted in História, Português.


Por que é importante destacar que comunista branco é branco – Leão Alves

Luciana Genro.

Brancos comunistas conseguiram firmar um preconceito, inclusive na direita, de que seriam imunes ao racismo por serem comunistas e que racismo seria próprio de branco de direita e conservador. Isto lhes permitiu aparentar não serem parte interessada e implantar leis contra mestiçagem na América Latina com o objetivo não declarado de “proteger” a raça branca contra miscigenação. Continued…

Posted in Artigos, Leão Alves, Português.


Confusão e esvaziamento marcam conferência de “igualdade racial” em TO

Cadeiras vazias e petismo ocuparam conferência da Igualdade Racial do Tocantins.

A IV Conferência Estadual de Igualdade Racial de Tocantins foi realizada em Palmas no dia 8 de fevereiro de 2018, na Universidade Federal do Tocantins (UFT). Como de praxe, foi marcada por cadeiras vazias e muitas cobranças e críticas de grupos de esquerda, no papel de sociedade civil, ao governo do Estado, nesta edição administrado por Marcelo Miranda (PMDB). Continued…

Posted in Português.